Archive for the 'Gato Malhado' Category

Uma história de Amor: leitura metódica da obra de Jorge Amado “O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá”

Hawai, 32 de Fevereiro de 2008

Meu querido gatinho,

Há muito que não te escrevo pois não tenho tido muito tempo, tenho estado a tomar conta dos meus filhotes metade andorinhagato metade rouxinol e a ensiná-los a voar.

Estou a escrever esta carta pois não quero que penses que te esqueci. Eu gostaria de estar aí, ao pé de ti, estou aqui contra minha vontade e por obrigação para com meus pais e meus filhos, pois com meu marido não sinto o coração acelerado, as mãos suadas e nem os meus olhos arregalados só de o ver, isso meu amor… isso, só sinto por ti e tu sabes bem disso, Se há coisa que eu aprendi é que a distância nunca vai matar o nosso amor.

Mas…

Também aprendi que, infelizmente duas pessoas diferentes não podem estar juntos o que é muito mau…

Nós somos diferentes, e é por isso que nos ama-mos, nos completamos um ao outro.

Devia ser como nos filmes em que o amor vence tudo…

Mas a vida real não é assim…

Voltarei a escrever-te,

Beijinhos da sempre tua,

Andorinha Sinhá

(Inês Alexandre, 8ºB)

Anúncios